Métricas de vaidade nas redes sociais: como esquecê-las de vez? - CANAL MÍDIA - Uma Nova Forma de Impactar!

Métricas de vaidade nas redes sociais: como esquecê-las de vez?

É fato que o marketing digital nos permite mensurar absolutamente tudo o que envolve as estratégias adotadas por sua empresa, mas nem tudo é relevante. Sim, estamos falando sobre as métricas de vaidade.

Esse tipo de métrica enche os olhos dos gestores e dos empresários, mas pouco diz sobre a efetividade de um planejamento e, tampouco, fornece informações concretas que auxiliam a empresa a tomar decisões. Descubra quais são elas!

O que são métricas de vaidade?

Podemos considerar como uma métrica de vaidade todo e qualquer tipo de dado que, apesar de ser interessante, não representa de forma efetiva o desempenho de uma campanha ou que não serve para embasar decisões futuras.

Imaginemos que uma empresa investiu em publicidade paga no Facebook e obteve um aumento de 200 seguidores. Um número considerável, não? Mas o que isso representa efetivamente em resultados para a empresa.

Não estamos afirmando que acompanhar o número de seguidores de sua fanpage seja perda de tempo, mas esse dado isolado não representa muita coisa, não é mesmo? O mesmo serve para curtidas e compartilhamentos.

Para poder comprovar o resultado de um investimento, existem outras métricas mais efetivas. Aliadas às métricas de vaidade, trazem dados realmente relevantes. Como exemplo, podemos citar a taxa de conversão de pessoas que passaram a seguir a página e efetuaram uma compra, por exemplo.

Quais são as métricas de vaidade?

Após compreender o conceito de métricas de vaidade, chegou o momento de saber quais são as mais utilizadas e a razão de serem consideradas assim.

1. Curtidas e compartilhamentos

Como no exemplo acima, esses dados são considerados métricas de vaidade pois, sozinhos, não representam nenhuma informação relevante. É certo que uma postagem com um alto volume de curtidas e compartilhamentos é sinal de que algo deu certo.

Contudo, as pessoas podem ter gostado apenas da foto ou por que o título chamou a atenção. Se não houver cliques na postagem que leva para o seu site ou blog, eles não representam nada.

2. Cliques

Outra grande ilusão é acreditar que um alto número de cliques é uma métrica de qualidade. É claro que se não houver cliques, algo de errado está acontecendo com sua postagem ou anúncio, mas, se existem cliques e não existem conversões, são apenas números sem relevância.

Para comprovar a efetividade de uma campanha, é preciso correlacionar o número de cliques e o número de conversões realizadas a partir deles. Desse modo, você conseguirá avaliar o retorno efetivo desse investimento.

3. Downloads de apps

De que adianta ter milhares de downloads de seu aplicativo se a sua taxa de desinstalação é altíssima? Você possui poucos usuários que pagam pelo seu app? Pois é! Mas muitas empresas e startups têm essa métrica como algo absoluto quando, na verdade, ela diz pouco sobre o desempenho da empresa.

4. Seguidores

Outra maneira de se iludir, principalmente no Instagram, é acreditar que o aumento brusco de seguidores pode ser algo vantajoso para o seu perfil. Existem dois tipos de ganhar seguidores: a compra de seguidor e utilizar nosso serviço de automação.

A diferença entre os dois é que com a automação, o seu perfil gera engajamento, seguidores reais e segmentados, e possibilita o gerenciamento do mesmo. E, claro, o serviço de automação indica o caminho certo para obter esses novos seguidores de maneira mais indicada.

Acaso queira tirar suas dúvidas nos envie uma mensagem!
Recentes